TF Drops
Loading...

Publicidade

Entrevista com Hideaki Tsukada

http://1.bp.blogspot.com/-Cg5l4qRvPEA/VoIFcdcqgWI/AAAAAAAAFm4/qdnU2oZcKy4/s1600/entrevista-produtor-toei-1.jpg

Clique para ampliar


Estamos trazendo de volta uma entrevista muito interessante para todos os fãs da Toei Company, e de suas séries. No caso, em Abril de 2007 o repórter Christian Lonsing teve a oportunidade de adentrar o território mágico desta empresa entrevistando o produtor da série Juuken Sentai Gekiranger, Hideaki Tsukada.

Entrevista publicada na revista alemã Multi-Mania, e o próprio jornalista liberou sua publicação em outros países.

A Tokufriends foi o primeiro veículo de comunicação a traduzir esta entrevista para o Português, e agradecemos ao jornalista pela liberação de material tão importante para os fãs.



Christian: Aos 35 anos de idade, Tsukada é um fã de Sentai desde sua infância?
Hideaki: A minha série favorita na infância era Himitsu Sentai Goranger (primeira série Super Sentai com 84 episódios). 
Após a minha formatura, comecei a trabalhar neste gênero de programas de TV em várias empresas, até que fui contratado pela Toei. É muito difícil de ser contratado por esta empresa, por isso me considero um sortudo. 
Além de tokusatsu, eu assisto outros tipos de programas, como o drama épico Shinsengumi que é o meu favorito. Dos Sentais mais recentes, o meu favorito é o Tokusou Sentai Dekaranger (o equivalente no ocidente a Power Rangers SPD), mais por que essa é a primeira série que eu fui responsável.

http://3.bp.blogspot.com/-Z9SsoJ8EH-4/VoIF5MxrPNI/AAAAAAAAFnA/cOYwRF_gmNY/s1600/entrevista-produtor-toei-2.jpg
 Estúdios da Toei


Christian: Como produtor, Tsukada-san está envolvido em cada etapa do programa, desde o inicio até a transmissão na TV. Isso começa com a criação dos conceitos básicos da série, conversar com patrocinadores e as emissoras, organizar testes de elenco, e gerenciar todo o processo de criação até o final, e até mesmo eventos realizados após o termino da série?
Hideaki:  A carga de trabalho é distribuída em grupos, logo, tem de 300 a 400 pessoas envolvidas nessa produção. O meu trabalho é organizar as atividades de todos do inicio ao fim. Nesta função, trabalhei com Dekaranger, Magiranger e agora, Gekiranger, eu tenho total controle do conteúdo do programa. Entretanto, para evitar qualquer tipo de influencia, os autores, diretores e patrocinadores descrevem tudo com muitos detalhes. A Bandai cria novos brinquedos para cada série, atendendo o que o conceito da série exige. Mas em várias ocasiões, a Bandai vem com idéias para brinquedos que são implantados na série.


Christian:
Não existe uma grande cooperação entre a série japonesa e a americana (que usa as cenas de ação do original e coloca atores e conteúdos ocidentais)?
Hideaki:
A recente temporada de Power Rangers está sendo filmada na Nova Zelândia e produzida pelo japonês Sakamoto-San. Mesmo algumas das cenas usadas pelos sentais originais, como as cenas de abertura de Magiranger e Gekiranger, foram filmadas na Nova Zelândia.
A Bandai América tem alguma influência na produção japonesa, mas apesar disso, os produtores de Power Rangers recebem a série original inteira para usar como quiserem. Por isso não tem muita influência entre uma e outra.



Christian:
As séries originais são exibidas fora do Japão em Hong Kong, Coréia, Tailândia, e Malásia e outros países asiáticos, e isso não seria um impedimento para que a série original seja exibida em qualquer lugar do mundo.Hideaki: Entretanto, você tem que ter em mente que nosso público alvo no Japão, assim como em qualquer outro país, são as crianças na idade pré-escolar, e nós sentimos que Power Rangers é aceito mais facilmente pelos os espectadores de países ocidentais.

Christian: Muitos conceitos das séries são voltados para o público jovem?
Hideaki:  Cada temporada tem um tema específico que é bem aceito pelos nossos jovens espectadores, e os mais populares são reutilizados de tempos em tempos. Enquanto Dekaranger focava temas policiais e Magiranger se referia à magia, Gekiranger se refere ao Kung Fu e à animais.

Também temos em mente que Super Sentai é normalmente, o programa de TV mais assistido, tirando os animes, então, nós tentamos pôr mensagens do tipo “Tente fazer cosas boas, não faça coisas más.

Espaço de recreação


Christian: É por este motivo que os mocinhos nunca morrem?
Hideaki: Bem, em séries anteriores como Hurricanger, havia morte de personagens bons para acrescentar drama. Mas isso mexia muito com nossos pequenos espectadores, tanto que agora estamos tentando evitar isso.

Pessoalmente, acho que já tem muita coisa ruim acontecendo no mundo, então, pelo menos nos Super Sentais quero mostrar um mundo onde o heróis não morrem.


Christian: Gekiranger parece se focar muito no Jan (Geki Red) como personagem principal e em seu duelo com Rio, do que com o aspecto de equipe, como nas séries anteriores. Com isso se inicia uma nova marca dos Sentais, com um personagem central?
Hideaki: Não. Todo Super Sentai tem uma equipe como tema, com o vermelho sempre sendo o foco da história. No entanto, em Gekiranger tem uma pequena diferença quando se trata dos 2 vilões principais como um tipo de personagens principais.

 Christian (de boné), David (acima, esquerda) e o produtor Hideaki Tsukada


Christian: Jan é uma reencarnação do Ban de Dekaranger?
Hideaki: Não creio que haja muitas similaridades entre Jan e Ban. Jan é o personagem mais infantil de todos os Sentais, sendo criado por tigres e usando sua própria versão de japonês, enquanto Ban, mesmo considerando que tenha alguns aspectos infantis, é basicamente um adulto.


Christian: As séries de Super Sentai colocam no elenco vários modelos masculinos e femininos, e sempre tem personagens que cruzam a linha do permitido pela tradição das séries. Entretanto, existem coisas que continuam intocadas. Algum dia terá um ranger rosa homem ou uma ranger vermelha (líder)? *
Hideaki: Bem, qualquer um destes casos não estão completamente fora de questão, mas é muito improvável. Por exemplo, o fato de que super sentai é um programa feito para garotos entre 3 e 5 anos, ter uma mulher como líder não é apoiado pelas lojas de brinquedo.

*Nota - Após algum tempo desta entrevista, alguns conceitos mudaram, ainda que pouco. Como todos acompanhamos, Shinkenger, ainda que por um curto período, teve uma mulher como líder, e usando a cor vermelha.




Christian: Além dos sentais, a Toei produz outro programa anual, os Kamen Riders, muito famosos no Japão e pouco conhecidos no ocidente. Existe uma cooperação entre os produtores das duas séries e vocês ajeitam elas para se combinarem de alguma forma?
Hideaki: Antes de começarmos, fazemos uma reunião para ver se não estamos usando os mesmos conceitos no mesmo ano, mas não tem muito contato durante o processo de produção, então as vezes, lá pelo meio da temporada, acidentalmente usamos os mesmos conceitos.


Christian: Até agora, teve somente uma temporada para cada série, e não há planos atuais para uma continuação de séries populares como Dekaranger ou Sailor Moon? 
Hideaki: Isso depende muito de alguém de dentro da Toei que seja apaixonado por qualquer uma dessas séries, querendo fazer uma sequência e que convença a companhia de que é um bom negócio. Por exemplo, eu gostaria muito de fazer uma sequência de Dekaranger, mas tenho que convencer a companhia a fazê-lo. Tecnicamente falando, não seria um problema fazer uma outra série além de Sentai e Kamen Rider, como já foi visto com a Sailor Moon.



Christian: No Japão, as séries da Toei tem o apoio de vários eventos?
Hideaki: Toda vez que começamos a transmitir uma nova série, nós fazemos pequenos eventos por todo o Japão, mas esses eventos não envolvem ninguém do elenco atual. Com o elenco, nós normalmente fazemos uma apresentação no Tokyo Dome (um dos maiores estádios do Japão) quando a série está perto do fim em Fevereiro. Também temos um parque temático anexado ao nosso estúdio em Kyoto, onde as fantasias e objetos das séries recentes ficam em exposição.


Christian: Finalmente, gostaríamos de saber que desafios Tsukada-san gostaria de enfrentar no futuro.
Hideaki: Francamente, já considero o meu trabalho um desafio por si só. Porém, estou trabalhando com Super Sentai há sete anos e mesmo amando o que eu faço, claro que gostaria de tentar outros formatos no futuro, como Kamen Rider ou Dramas de época. Por exemplo, eu trabalhei no Choninjatai Inazuma!! Spark, uma série em OVA, que é um drama de época com vários astros das séries de sentai. Ela será lançada no verão.

Christian: Muito obrigado a Hideaki Tsukada e Sakura Wakita da Toei, bem como David Chart, como intérprete.

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos comentários, pois isso nos motiva. Apenas pedimos que evite termos ofensivos de qualquer tipo. Não aceitaremos comentários anônimos o/

Ir ao Topo